Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Hela | Moda e tendências

Um olhar diferente sobre a moda. ✨ Aqui falamos de moda, tendências, opiniões e muito mais.

11
Nov19

Os estereótipos de beleza nos filtros do Instagram

Tita Vicente

A semana passada estava a ver ouvir o podcast Meio Fio e aquele episódio era sobre filtros de beleza do Instagram. Basicamente, o mote daquele tema foi o facto de a plataforma ter anunciado que iria retirar os filtros que modificam muito o rosto e que apelam à cirurgia estética.

Isto não é um conteúdo de moda como vos tenho habituado agora, mas acho que é um tema que merece uma reflexão, por isso cá vai. Agora que toda a gente pode criar filtros para a plataforma e eles deixaram de ter um controlo direto sobre os filtros que podemos usar houve um boom (pelo menos eu reparei muito nisso) de pessoas a usarem filtros e sobretudo daqueles que modificam o rosto. Existe de tudo: os que afinam o rosto, os que modificam o nariz, os que alisam a pele e uma infinidade de outras coisas. O que aconteceu é que as pessoas começaram a usar muito os filtros e para os mais "distraídos", alguns passam até despercebidos se não tivermos atenção ao canto superior esquerdo (onde aparece a dizer se a pessoa esta a usar ou não). Algumas pessoas já não aparecem sem eles, seja para fotos ou para vídeos. 

Eu uso filtros. Uso os filtros que têm aquelas frases engraçadas, uns que dão uma cor mais vintage ao story e pouco mais. Claro que já testei os filtros que aumentam a boca, que colocam sardas e assim, mas não os uso no meu dia-a-dia porque acho que para mim não faz sentido. Eu, pessoalmente, não quero passar uma ideia errada às pessoas que me seguem. Quero que eles gostem de mim e do conteúdo que eu partilho mesmo que por detrás disso não esteja uma pessoa perfeita. Para mim não faz sentido aparecer sempre com filtros, perfeita quando na realidade eu raramente uso maquilhagem no dia-a-dia. Temos de saber balançar as coisas, como em tudo na vida, e tentar perceber se aquilo poderá ou não ser prejudicial para certas pessoas. 

Uma das meninas do podcast, a Julia Ribeiro de Lima (@juribeirodelima), na altura deixou nos seus stories, antes da gravação, algumas perguntas sobre o assunto e uma delas era se nós gostávamos de quem éramos mesmo que não fossemos a pessoa que somos com o filtro. Isto deixou-me a pensar muito sobre o assunto porque eu tenho noção, eu gosto de mim mesmo não tendo aquela boca perfeita com que os filtros me deixam, mas se calhar pessoas que tenham uma auto estima mais baixa pode deixá-las ainda pior. Já pensaram sobre isso? 

 

filtro_instagram.jpgFotos tiradas por mim

 

Agora eu quero saber: o que é que vocês acham sobre este assunto? Usam filtros?

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.